Dayse Cristina Oliveira Melo | Comportamento

Tenho leite suficiente?

Confira o artigo da consultora materna Dayse Melo.

Publicado em 06/11/2017

Dayse Cristina Oliveira Melo

Dayse Cristina Oliveira Melo - Comportamento

Colunista
compartilhamento:
  • Compartilhar no Facebook
  • Twittar
  • Compartilhar no Google Plus
Tenho leite suficiente?

O que vivenciamos comumente é a inserção do leite artificial precocemente porque a mãe considera ter pouco leite.

 

Então, como saber se o meu leite está na quantidade adequada?

 

Muitas vezes a ingestão do leite pelo bebê pode ser pequena por um ou vários erros no processo de amamentação, tais como:

 

- O bebê mama por pouco tempo, fazendo uma mamada ineficiente;

 

- Uma pega incorreta do seio materno, impossibilitando a drenagem total da mama.

 

E, muitas vezes, a queda na produção de leite pode de fato ocorrer.

 

Uma mãe emocionalmente bem, produz leite de acordo com a necessidade do seu bebê, isso porque o estado emocional influencia, e muito, na produção e ejecção do leite materno.

 

Assim, quase toda mulher, por natureza, tem capacidade de produzir leite para o seu bebê. São poucas as mulheres que apresentam alguma disfunção para produção de leite materno.

 

O que percebemos com frequência são conselhos e costumes equivocados que levam a uma incredulidade da mãe para promover esse processo e dar lugar a esse momento tão importante da vida dela e do seu bebê.

 

A produção de leite, na maioria das vezes, pode ser restabelecida e, para isso, uma rede de apoio à mãe faz toda diferença.

 

Muito importante destacar que para a manutenção da produção de leite a mamada deve ser eficiente: mãe e bebê posicionados corretamente, ajuste da pega, sucção e deglutição frequentes durante a mamada, observância na prontidão do bebê e nos reflexos de liberação do leite materno. Efetuar o rodízio das mamas mantém a produção do leite nas duas, evitando uma possível assimetria.

 

Procure ajuda na menor dificuldade e no primeiro momento. Existem serviços especializados como Bancos de Leite e muitas consultorias de amamentação capacitadas para auxiliar mãe e bebê, bem como, toda a família.

 

Tenha uma amamentação bem-sucedida!

 

Conte-nos sobre a sua experiência através de nossas redes sociais: @amamaenasceuassessoria e @somosmaesdeprimeiraviagem

compartilhamento:
  • Compartilhar no Facebook
  • Twittar
  • Compartilhar no Google Plus

Sobre o colunista

Dayse Cristina Oliveira Melo

Consultora Materna Especialista em Aleitamento Materno
Consultora do Sono Infantil 
Proprietária da A Mamãe Nasceu Assessoria
Mãe do Henri e esposa do Carlos