Comportamento | NOTÍCIA

Amamentação é um processo

Confira o artigo da consultora materna Dayse Melo.

Publicado em 14/11/2017

compartilhamento:
  • Compartilhar no Facebook
  • Twittar
  • Compartilhar no Google Plus

Amamentação é um processo

Amamentar é um processo, embora natural, complexo.

 

Entender sobre o aleitamento materno e o seu funcionamento faz toda diferença em como conduzi-lo.

 

A experiência pessoal de uma amiga, vizinha, tia ou mesmo da sua mãe não é a sua. Cada pessoa vive o seu momento, a sua história.

 

Mamadas pouco frequentes e ineficientes fazem com que o bebê não mame adequadamente e tenha uma ingestão de pouco leite.

 

O bebê deve mamar com frequência, com intensidade e corretamente.

 

A hipófise da mãe produz automaticamente os hormônios prolactina e ocitocina no pós-parto e, a partir do terceiro dia, produz em resposta à sucção adequada do bebê, que, para manter a lactação, torna-se essencial.

 

O que, por vezes, resulta em mamadas menos frequentes é o uso de bicos artificiais, bebê dorminhoco, oferta de outros líquidos (chás, água, leite artificial), interrupção precoce das mamadas noturnas, separação mãe-bebê.

 

O uso da chupeta pode suprir a necessidade de sucção do bebê, bem como gerar uma confusão de bicos. A sucção de um bico artificial não é feita da mesma maneira que no seio da mãe, assim, quando o bebê vai ao seio pode se confundir e fazer a sucção como no bico artificial, não fazendo a drenagem correta do leite materno.

 

Preconiza-se o alojamento conjunto para que mãe e bebê fiquem próximos favorecendo a amamentação, além de todas as outras decorrências emocionais dessa proximidade.

 

A amamentação noturna deve ser mantida, não só para manter a produção do leite materno, mas também para evitar que com o longo período sem amamentar a mãe desperte com os seios congestionados e doloridos.

 

É no período noturno e nas primeiras horas da manhã que ocorre a máxima concentração de prolactina, portanto, maior produção de leite.

 

Alguns bebês nascem muito sonolentos e permanecem assim nos primeiros dias de vida. Esses devem ser estimulados para que acordados consigam estimular a produção de leite e também porque precisam se alimentar.

 

Com o processo de amamentação já instalado, o bebê com prontidão, sucção e deglutição adequadas começa a dar um espaçamento maior entre as mamadas e a dormir melhor, renovando seu ciclo de sono que o possibilita descansar. Neste momento, também a mãe começa a ter mais flexibilidade.

 

Todo esse processo deve ser muito bem conduzido e uma rede que apoie essa día de mãe-bebê reforça o aleitamento nesta família.

 

Um processo tão natural, mas como uma necessidade grande de ajustes e acompanhamento... de ajuda... de apoio.

 

Converse conosco através das nossas redes sociais e nos conte sobre a sua amamentação: @amamaenasceuassessoria e @somosmaesdeprimeiraviagem

compartilhamento:
  • Compartilhar no Facebook
  • Twittar
  • Compartilhar no Google Plus