Mães & Filhos | NOTÍCIA

Análise de visagismo revela características dos filhos

Saiba mais sobre a técnica Philip Hallawell.

Publicado em 11/09/2017

Laís Bola

Laís Bola - Conteúdo Somos Mães Agência Digital

Somos Mães de Primeira Viagem
compartilhamento:
  • Compartilhar no Facebook
  • Twittar
  • Compartilhar no Google Plus
Análise de visagismo revela características dos filhos

O visagista Philip Hallawell já é conhecido nacionalmente com a sua técnica de visagismo única que leva seu nome, mas agora, ele tem uma novidade muito interessante para as mamães: a aplicação de sua técnica em crianças.

 

Primeiro vamos entender o que é visagismo. De acordo com ele, “visagismo é a arte de criar uma imagem pessoal customizada em sincronia com o senso de identidade e a personalidade da pessoa, com harmonia e estética. O Visagismo Philip Hallawell consiste numa análise das características da pessoa e a interpretação do temperamento, seguidas de uma consultoria na qual se estimula o cliente a refletir sobre si mesma e suas necessidades para que estabeleça o que deseja expressar pela sua imagem”.

 

Nas crianças, a técnica deve ser aplicada no primeiro corte de cabelo. Philip explica que neste momento, o profissional analisa o rosto do pequeno e consegue perceber qual é o temperamento dela e, ao conversar com os pais, sugerir um corte que ajuda a desenvolver seu potencial e evitar possíveis problemas de relacionamento.

 

Como as necessidades e a situação dos filhos mudam constantemente, a análise deve ser feita em cada atendimento.


O visagismo em crianças é inédito no Brasil e conversamos com Philip sobre o assunto.

 

SMPV - Qual é a importância do visagismo para as crianças?

 

Philip - Quando o profissional aplica o Visagismo Philip Hallawell no primeiro corte, ele revela para os pais o que o rosto expressa e o que revela do temperamento da criança. Essa leitura ajuda os pais a entenderem quem é seu filho, quais são seus pontos fortes e mais fracos, e de entender que a imagem pode acentuar ou diminuir certas características ou adicionar algo de que a criança precisa. Evita, também, que a mãe ou pai se projeta na criança, algo que pode ser muito prejudicial quando seus temperamentos se diferem muito. Para os pais essas informações são muito valiosas porque percebe que a criança tem uma identidade própria que pode, frequentemente, diferir dos temperamentos deles. Há sempre o perigo dos pais se projetarem sobre os filhos, achando que são extensões de si mesmos, especialmente nos relacionamentos mãe-filha e pai-filho. Se isso ocorrer, pode resultar em conflitos grandes e repressão.

 

Como o corte de cabelo pode ajudar a desenvolver o potencial da criança?

 

Descobri que as linhas, formas e cores que compõem uma imagem são símbolos universais, que todos, independentemente da cultura ou raça, compreendem da mesma forma e que têm os mesmos significados. Essa compreensão é emocional, não racional. Freud e Jung os chamaram de símbolos arquetípicos. Na imagem pessoal são os elementos que estabelecem a sua expressão e significado e, portanto, criam uma identidade visual.

 

O corte de cabelo é composto, basicamente, de formas, linhas e cores e expressa algo que a própria pessoa sente (e compreende), assim como as pessoas com que se relaciona.

 

Vamos dizer que uma criança precisa se sentir mais forte e autoconfiante. Então, o uso de linhas retas verticais no corte de cabelo, por exemplo, vai transmitir força. Ao se ver no espelho, ela assimila isso emocionalmente e, automaticamente, isso afeta seu comportamento. Mas, se a criança está muito agressiva, o uso de curvas passará a sensação de suavidade, fazendo com que se acalme.

 

Pode-se usar o corte para aumentar a concentração, diminuir a distração, trabalhar a introversão e muitas outras coisas. Além disso, a imagem pode ser usada para trabalhar os relacionamentos com os colegas, diminuir ou até eliminar bullying e outras formas de rejeição.

 

Tenho notado que, em todas as consultorias com pessoas com rostos de formato triangular invertido, todos fazem relatos semelhantes, de rejeição ao longo da infância e adolescência, sem exceção. Isso ocorre porque o triângulo invertido é o símbolo de perigo, então a criança é vista negativamente por outras crianças e até pelos professores. Observe que todo personagem do mal nas estórias têm rosto triangular invertido: as bruxas, Coringa, Capitão Gancho, entre muitos outros. Por isso é visto com desequilibrado ou do mal. Infelizmente, o mesmo ocorre com a pessoa que tem esse formato, quando, na realidade, geralmente é uma pessoa sensível, inteligente e habilidosa, porém, também sem muita estabilidade. O corte de cabelo pode modificar a percepção do formato, proporcionando muitos benefícios para a criança, em termos de aceitação, e, também, lhe dar mais estabilidade.

 

Na verdade, todos nós deveríamos pensar em adequar a imagem para cada fase e mudança que ocorre, ao longo de toda a vida.

 

E como pode ajudar no relacionamento pais e filhos?

 

Para os pais, o corte com o Visagismo Philip Hallawell é uma grande revelação. Percebem que seus filhos são indivíduos, com personalidades e identidades distintas desde pequenos e isso os ajuda a compreender como devem ser tratados.

 

Porém, é importante que as imagens dos pais também sejam adequadas! Muitos pais têm dificuldades de relacionamento com os filhos porque suas imagens transmitem mensagens negativas. Uma mãe com uma imagem submissa e fraca terá dificuldade de impor sua autoridade ou um pai com uma imagem muito dura e agressiva terá dificuldade de se aproximar dos filhos, por exemplo.

 

Fale mais sobre as características do rosto e temperamentos.

 

O rosto é analisado a partir do seu formato, que, geralmente, estabelece o temperamento dominante da pessoa. Em seguida, se analisa o rosto por 5 segmentos: a testa, que revela como é o pensar da pessoa, seu intelecto; os olhos e as sobrancelhas compõem a região da emoção; o nariz revela como a pessoa age na vida; a boca é associada a expressão e a intuição e como a pessoa se comunica, mas também está associada à sexualidade; o queixo mostra como é a força de vontade.

 

Analisa-se as linhas, as formas, o tamanho de cada feição e a projeção ou a retração, sendo que a projeção é relacionada à extroversão e a retração à introversão. O tamanho revela a quantidade. Por exemplo, o olho grande significa que a pessoa é provavelmente muito emocional. E as linhas expressam força, dinamismo, estabilidade ou suavidade.

 

Essa análise permite perceber como a pessoa é na sua essência, que é o temperamento, mas não revela como a pessoa está usando suas características e como desenvolveu sua personalidade. No meu método uso a classificação de Hipócrates, porque ele estabeleceu que cada pessoa é uma combinação única de quatro temperamentos básicos e isso facilita relacionar as quatro linhas (vertical, horizontal, diagonal e curva) e quatro formas básicas (quadrado, triângulo, oval e lemniscata) aos quatro temperamentos, que são colérico, sanguíneo, melancólico e fleumático.

 

O colérico é da força e determinação, o sanguíneo é de dinamismo e extroversão, o melancólico de suavidade e introversão e o fleumático de estabilidade e tranquilidade.

 

Todo esse assunto é baseado no método que Philip desenvolveu e no ano passado foi aceito como científico na USP.

compartilhamento:
  • Compartilhar no Facebook
  • Twittar
  • Compartilhar no Google Plus