Psicólogo | NOTÍCIA

Tempo de brincar: aproveite os momentos com os filhos

O tema da Semana Mundial do Brincar de 2017 é "O Brincar que Encanta o Tempo".

Publicado em 25/05/2017

Laís Bola

Laís Bola - Conteúdo Somos Mães Agência Digital

Somos Mães de Primeira Viagem
compartilhamento:
  • Compartilhar no Facebook
  • Twittar
  • Compartilhar no Google Plus
Tempo de brincar: aproveite os momentos com os filhos

Do dia 21 ao dia 28 de maio comemora-se a Semana Mundial do Brincar! Nessa semana, diversos profissionais da educação, saúde, instituições privadas e públicas realizam ações para ressaltar a importância do brincar. Nesse ano, o objetivo é defender o tempo de ser criança com o tema  “O Brincar que Encanta o Tempo”.

 

Ouve-se muito hoje em dia: “Preciso de mais tempo”.  As demandas aumentam e tudo se torna urgente e o dia continua tendo 24 horas. Mas o que realmente falta, é o tempo ocioso, o tempo livre e necessário para descansar e se divertir, até para melhorar o nosso rendimento. Não somos uma máquina, correr contra o relógio traz consequências para a nossa saúde física e emocional.

 

As crianças também precisam ter tempo

 

A criatividade é a habilidade de fazer atividades de uma foma nova ou diferente da que já existe. É uma habilidade muito importante e que gera avanços na sociedade. Mas quanto mais preenchemos o tempo com tarefas e atividades, menos ela aparece. Como mostra essa animação

 

Se pensarmos em um adulto que trabalha na área de criação, por exemplo, ele previsa de espaço, tempo e silêncio para conseguir criar coisas novas. Com as crianças é a mesma coisa: o excesso de estimulo atrapalha a criatividade.

 

Mais importante do que o brinquedo em si, é o brincar livre. As crianças não precisam de muita coisa, elas usam sua criatividade para inventar brincadeiras com potes, fitas, barbantes, ou mesmo com nenhum objeto – utilizando apenas a imaginação.

 

O aumento do tempo de uso da tecnologia também é prejudicial, estar conectado o tempo todo costuma preencher os espaços de tempo livre das crianças e adultos atualmente.  Queremos funcionar no ritmo da tecnologia/internet, mas o nosso ritmo é outro, é o ritmo do corpo, da natureza. Para as crianças se desenvolverem de forma saudável, precisam ter o seu tempo respeitado para descobrir, observar, tentar e conhecer.  

 

O que fazer quando se tem menos tempo para se dedicar aos filhos?

 

Observo que não só os adultos tem cada vez menos tempo, como as crianças também. Uma coisa leva a outra: a mãe/pai trabalha fora de casa, não tem com quem deixar a criança e a coloca em uma escola integral ou em outras atividades. Se não é possível ter quantidade de tempo disponível, invista na qualidade: desligue os celulares, tire os sapatos, sente no chão e separe um tempo para brincar com os filhos. Lembre-se de não interferir na brincadeira o tempo todo ou ficar falando o jeito certo de brincar: brincadeira é livre. Combine algumas regras antes de começarem e deixe a criança conduzir a brincadeira.

 

Aproveite a semana mundial do brincar para repensar algumas atitudes e colocá-las em prática:

 

- Oferecer mais tempo livre para as crianças, diminuindo a quantidade de atividades;

- Diminuir a quantidade de brinquedos, aumentar a qualidade das brincadeiras;

- Reservar um tempo de qualidade para brincar com os filhos;

- Dar de presente a sua presença.

compartilhamento:
  • Compartilhar no Facebook
  • Twittar
  • Compartilhar no Google Plus